Não à experimentação em animais!

A Causa Nacional reprova o uso de animais em experiências científicas. Tem o Homem o direito de provocar dor voluntária nos animais? Não.

Alternativas:

O animal tem de ser respeitado e protegido, não podemos continuar a colaborar e a aceitar que os industriais, na procura do lucro, utilizem os animais para experimentarem novos produtos. Podem usar o argumento, de que os produtos têm de ser testados para não provocarem doenças no Homem, contudo, existem alternativas:

• Sistemas biológicos ‘in vitro’ (cultura de células, de tecidos e de órgãos passíveis de utilização em genética, microbiologia, bioquímica, imunologia, farmacologia, radiação, toxicologia, produção de vacinas, pesquisas sobre vírus e cancro);

• Cromatografia e espectrometria de massa (técnica que permite a identificação de compostos químicos e sua possível actuação no organismo, de modo não invasivo);

• Farmacologia e mecânica quânticas (avaliam o metabolismo das drogas no corpo);

• Estudos epidemiológicos (permitem desenvolver a medicina preventiva com base em dados comparativos e na própria observação do processo das doenças);

• Estudos clínicos (análise estatística);

• Necrópsias e biópsias (métodos que permitem mostrar a acção das doenças no organismo humano);

• Simulações computorizadas (sistemas virtuais que podem ser usados no ensino das ciências biomédicas, substituindo o animal);

• Modelos matemáticos (traduzem analiticamente os processos que ocorrem nos organismos vivos);

• Culturas de bactérias e protozoários (alternativas para testes cancerígenos e preparo de antibióticos);

• Uso da placenta e do cordão umbilical (para treino de técnica cirúrgica e testes toxicológicos);

• Membrana corialantóide (teste CAME, que utiliza a membrana dos ovos de galinha para avaliar a toxicidade de determinada substância); etc.

A vivissecção ainda não foi abolida porque grupos económicos mundialmente instituídos têm interesses neste negócio. Está provada que alguns produtos usados nos animais não provocam qualquer reacção, mas que no corpo do Homem podem provocar consequências nefastas.

Testes mais comuns em animais:

Teste de Irritação dos Olhos
Teste Draize de Irritação Dermal
Testes de toxidade alcoólica e tabaco
Pesquisas dentárias
Teste de colisão
Dissecação

Empresas que testam em animais:

Colgate-Palmolive
Johnson & Johnson
L'Oréal
Calvin Klein
Nestlé
Procter & Gamble Co.
Parker Pen
Reckitt Benckiser
Gessy Lever / Unilever
Coty

Comentários

Sem comentários

Adicionar Comentários

Este post não permite comentários